terça-feira, 12 de outubro de 2010

Os 15 Anos de Letícia Carvalho


Num dia 12 de outubro do já longínquo ano de 1995, por volta das 7 da manhã, nascia uma menina que iria se chamar Letícia...!!


Nos dias, semanas e meses que se seguiram, aquele serzinho que era tão pequeno e ao mesmo tempo tão gracioso, virou o centro das atenções e de minha vida. Eu passei a dormir "com um olho aberto, preocupado com se ela estaria bem e tudo que diz respeito a um bebê... Eu e ela superamos esta fase, rsrs...!!

O tempo passou, vieram a evolução, a esperteza, aquele olhar de "eu quero aprender e fazer igual"... Ela foi crescendo, aprendeu a sorrir, a responder pelo nome, a sentar, então engatinhar, mais tarde, a andar e entre choros e manhas, entre cocôs e outras coisas de bebê, ela foi crescendo, assim como o cabelo loirinho daquela cabeçinha inicialmente quase careca...!!

TODO DIA eu, à noite, dava banho, brincava, trocava fralda, enfim, fazia tudo que um pai normal faz.

E então, as coisas mudaram. Eu e a mãe da Lê nos separamos. Foi um tempo muito difícil, enquanto ela crescia "linda e bela", como eu sempre dizia... Eu sempre cantava pra ela uma musiquinha:

A Lelê é linda
A Lelê é bela
A Lelê um dia
Vai andar na passarela...

Coisa bobinha, rima simples, mas era minha forma de dizer que a amava, que a achava linda, que queria que ela crescesse "linda e bela" - entre outras coisas, claro!


Sinto falta da minha pequena, do meu nenê, da minha menininha, que dizia "pai, quando eu tiver 8 anos eu vou morar contigo"... Sinto falta da menina que me chegava as vezes sujinha e desajeitada e que, ao chegar, eu dava banho, secava o cabelo, penteava, vestia, calçava e transformava numa linda princesinha...!! Sinto falta da menina que dormia nos meus braços, que dormia comigo na minha cama, aninhadinha, no inverno e que compartilhava o ventilador comigo no verão... Sinto falta da menina que sentava no meui colo e jogava joguinhos divertidos e bobinhos no computador, de onde saltavam coelhos intergalácticos, casas assombradas, personagens divertidos e engraçadinhos, que nos alegravam...!!



Minha filha é libriana... Balança. Dois lados. As vezes em equilíbrio. Noutras não. Hoje, comigo, minha filha viveu a véspera de um aniversário que ela disse não estar com espectativas... Mas estava ansiosa para ir para casa, "acordar" no seu dia e ganhar os presentes da mãe... Estava e está na expectativa de quem irá ligar para dar parabéns a ela... Do que irá fazer durante o "seu dia"...!!

Amo minha filha. Ela é tudo pra mim. Hoje é um dia especial. Os 15 anos de um presente de Deus na minha vida...! Os 15 anos da Letícia...! Os 15 anos de Lelê, Lê, "Lulu" (como eu a chamei durante muitos anos...) e atualmente a "Leeh" - como ELA MESMA se assina "apelidamente" falando...!!


Minha filha tem talento!! Um dia ela vai dominar o mundo...!! ;o)


. Buzz (MSC) ☆

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home