sábado, 1 de setembro de 2007

A Verdade ...


Dizem que a Verdade tem "dois lados"... Mentira...!
A verdade NUNCA tem dois lados...! Ao menos não APENAS...

A Verdade tem muitos, muitos lados. Ela é multi-facetada. Lembra daquele outro dito que é "a beleza está nos olhos de quem vê"? Pois a Verdade é meio assim; ela está nos olhos de quem vê, nos ouvidos de quem ouve, nas narinas de quem inala, na derme de quem é tocado, enfim, na mente de qualquer um que absorva-a de alguma forma, e analíse-a, segundo seus parâmetros, seus conceitos, seus pontos de vista, suas capacidades intelectuais da análise, de avaliação, de interpretação, etc, etc, etc, ad infinitum...

Assim, entre a verdade (esta em itálico mesmo, aquela verdadezinha que as vezes nem se tem certeza que é mas que se divulga que é, porque é o mais fácil e simples de deglutir, talvez), a Verdade (esta sim, mais embasada, com um "V" maíusculo, simbolizando uma Verdade mais clara, mais objetiva, mais "pé no chão e mais cristalina) e a VERDADE (a "Grande Verdade" suprema, esta sim, composta de multi-lados, de "N" espectros, de muitas ramificações, como a vida real e que, modestamente, na minha opinião acho que inexiste enquanto forma de divulgação...) existe um longo e tortuoso caminho, cheio de falhas, de micro e macro interpretações, de tropeços, enganos, desvios, enfim, um "verdadeiro" (entre aspas, claro) caminho tortuoso...!

Para se chegar à verdade (qualquer uma delas condicionemo-nos a chamar apenas de "verdade" - sem aspas) é preciso pensar muito e ter, no mínimo uma capacidade de análise aprofundada. Nada de ver apenas na superfície... É como um lodo (ou um "gel", pra quem tiver nojinho, rsrs!) que não é totalmente opaco nem totalmente translúcido... É preciso meter a mão, escavar, se enfiar dentro, para sentir o que existe além da superfície...

Particularmente, sempre tento ver além do que está nas fachadas de tudo. Até porque, na verdade (olha ela aí!!), tudo é muito fachada... Tudo e todos, porque não dizer. Ninguém é totalmente sincero, porque o mundo não e sincero - nem muito menos justo, senão não seria mundo; seria o Céu, o Paraíso, qualquer coisa idílica e utópica que inexiste, tamanha a perfeição de tudo que seria...

Mas infelizmente vejo também que existe, além da opacidade superficial do "gel" da verdade (ela de novo...) uma inexpressividade muito grande da grande maioria em se preocupar com a além das aparências e do "supostamente verdade" - esta sim, uma faceta bem real da verdade, tida com fiel e pintada com várias camadas de laca, pra parecer talvez mais fiel do que possivelmente seria...

No fim das contas, das verdades possíveis ( a verdade, a Verdade e a VERDADE), geralmente não se passa da primeira opção, aquela em itálico, que é a camada mais superficial... Afinal, as pessoas, todo mundo, tem vida, trabalho, filhos, estudo, sei lá, e pra que vão se preocupar com as verdades em tantos níveis...?!? Tipo, é só ler o jornal - UM JORNAL - que, pronto, se tem a "verdade" - mesmo que seja esta, a entre aspas, por ter apenas um lado da multi-facetada soma total... É como dizia o Alfred Newman (aquele carinha sem dente da revista MAD): "Quem, eu me preocupar...?" Este era o lema dele... E de muita gente, mundo afora por aí.

O que eu acho, pra finalizar, é que, obviamente, cada um tem direito à SUA verdade - o que é inerentemente, um direito inalienável de cada um... E como o Ser Humano é um ser comunicativo, isso é passado adiante, as vezes somado a outros fragmentos, outros ângulos, as vezes corretos, as vezes nem tanto, e que, por fim, forma aquela camada de laca que falei antes... mas a VERDADE vai bem além disso... E talvez seja tão complexa, tão cheia de detalhes, como uma grande teia de aranha, que a maioria decline de buscá-la porque seria verdadeiramente (de novo!) trabalhoso - e por vezes, certamente, um processo doloroso, sofrível, nada agradável.

O tempo é um inimigo que nos rodeia... Ele nos prende, nos impele, nos lança á frente ou nos faz recuar. Dizem que ele é amigo da verdade (módulo simples ativado de novo), mas nem sempre eles se encontram e andam juntos... Cada um tem agendas diferentes... Mas as vezes eles se encontram e algumas coisas "aparecem" ou enfim...

A verdade é que entre a verdade, a Verdade e a VERDADE eu também só estou levantando uma pequena camada do que pode realmente ser tudo isso e talvez esteja só versando sobre
a verdade, e não sobre a Verdade e a VERDADE , como, na verdade, eu gostaria... Se tive êxito ou não, não sei... Talvez quando o Tempo der uma passada por aqui, numa dessas encruzilhadas da Vida, isso possa ser analisado de forma a saber se estou inevitavelmente mais perto... ou mais longe do que pretendi...

1 Comments:

Blogger migadeia said...

Dindooooooooooooo
Tu realmente tem o dom da palavra. Amo tuas colocações, a forma como te expressas...
Concordo que não exista uma verdade absoluta, que tudo depende da posição de cada um em relaçãol ao fato, do momento de vida que estamos passando, da forma como esta chega até nós, do angulo que examinamos.
Talvez, se as pessoas tivessem essa visão, as relações não se tornassem tão superficias e tantos cinflitos pudessem ser evitados.

9/01/2007 07:17:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home