sexta-feira, 10 de novembro de 2006

Papo cabeça...Assunto cabeludo...

Cabelo é algo que eu gosto... Nem tanto do meu, mas, enfim, o meu é meu e será este até morrer, rsrsr....!

Mas eu curto essa coisa de cabelo... Cresci rodeado de mulheres, mãe, irmã, sobrinhas (que por serem quase da minha idade foram criadas quase como irmãs...), enfim, o universo feminino apesar de sempre misterioso, nunca foi exatamente desconhecido para mim...

Ontem cortei o cabelo... "K. Bello", com eu digo. a sensação de cortar o cabelo é tri boa... O resultado, nem sempre, mas a perspectiva e o "durante" é legal, rsrs...

Uma vez, quando pequeno, a muitos e muitos anos atrás, numa galáxia muito distante, eu nasci e cresci loirinho... cabelinho comprido, finiiiiinho que só ele.... Aí fui crescendo, o cabelo escurecendo, engrossando e ondulando... Acastanhou completamente. Comecei a não gostar das ondas... Enfim, essa coisa toda...

Teve uma época, quando pequeno, que me chamavam de "John Travolta" porque as vezes colocava o cabelo todo para trás... Isso lá nos idos de 1978... 79... 80... por aí. Depois, começei a ficar grandinho e lá pelos 13, 14, 15 anos de idade eu cortei o cabelo "bem curtinho"... Tipo "homenzinho" mesmo... E desde então nunca mais tive cabelo "comprido"...

Ah, só pra constar, meu cabelo nunca foi "comprido", mas teve essa época, entre os 12 e os 14 anos, onde ele ficou grandinho, abaixo da orelha, algo assim e um dia fotos tirar fotos para um "passaporte" ou algo que o valha (lembro que era pra um documento pra viajar...) e fomos, eu, meu pai e minha mãe, num fotógrafo fazer as fotos...

O fotógrafo era um velhinho que de tão velho parecia que já tinha morrido - ao menos aos meus olhos infantis de então... Ainda mais quando ao me selecionar para ser o primeiro a ser fotografado, o velho lambão lascou um "A menina pode sentar ali naquele banquinho"...!

"Menina"...? "MENINA"...?!?! Putaquepaiu, que velho mais babão e desgraçado (de certo eu devo ter pensado - ou se não pensei na época, por ser muito novo, deveria ter pensado algo condizente com alguém de 12, 13 anos!!)...!!!!!

Na hora claro que meus pais logo saltaram e eu mesmo também, de certo, pra dizer que "não, que eu não era uma 'menina' e sim um guri"... e eu tenho uma vaga lembrança de ter a imagem do velho fotografo cegueta rir e se desculpar... Mas de que adianta desculpa para uma "OFENSA" gigantesca dessas - para uma criança de 12, 13 anos...?!?

Fiquei puto da cara... Tanto que minha foto ressalta a cara de bunda que eu fiquei, de tão brabo, hehehehe.....!! O resultado, um corte de cabelo pouco tempo depois e "adeus" ao meu cabelo "mediamente-compridinho" - que pra mim nunca foi...

Agora, o fotógrafo não ver que eu era um guri, foi dose... Tá certo que eu sou (era...) bonito e tal, tinha um rostinho bacana, mas não chegava a ser tão "lindinho" assim a ponto de ser "confundido" com uma menina, eu acho, rsrsrs.....!!!

Bom, e os anos que se seguiram foram sempre de cabelos curtos, curtos e curtos... até porque depois que cortei a primeira vez "acima da orelha" - lembro que no primeiro verão assim queimei e descasquei a ponta das orelhas!!! - meu cabelo parece que começou a ficar ainda mais "forte", grosso e se eu pensasse, um dia, em deixar crescer, ele cresceria (como eu pude notar nas vezes que fique mais de um mês sem cortar...) para TODOS os lados, me deixando parecido com o Urso do Cabelo Duro, aquele antigo desenho animado da minha infância, hehehehe....!!

Resultado: nunca tive cabelos compridos, rsrs...! Até gostaria de me ver assim um dia, mas cabelo comprido, só com perucão ou inter-lace, hehe!! Duas coisas bem longe da realidade viável! ;o)

Já pensei em cortar careca também... Mas acho que ficar horrível pra mim, devido ao formato de minha cabeça - e queixo, porque tenho queixo grande. Então, o jeito é passar o resto da vida assim como estou, as vezes um pouco mais compridinho, as vezes um pouco mais curto, se o meu barbeiro "forçar" na tesoura, rsrs...

Agora, pior que tudo isso são os malditos "brancos"...!! Sou a favor do "movimento black"... Os "brancos" não tão com nada - e me deixam mais velhos do que já estou...!! :o(

Pior que esses danados insistem em se proliferar pelo meu cocuruto, sem vergonha alguma!! Tanto que passo um tempo sem encontrar algum amigo ou conhecido que quando encontro a pessoa logo sai com um "Bah, cara, como tu tá ficando de cabelos brancos"...!!

Fazer o quê, né? Não se pode deter a entropia...
As vezes dá pra enganar, mas reverter, não dá...

Que assuntinho bem sem pé nem cabeça, hein?!?
Aliás, SÓ CABEÇA, rsrs...!! Papo tri-cabeça...!! :oD

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home