terça-feira, 1 de setembro de 2009

Brilhar, quase sem querer...


Não adianta! Somos ESTRELAS, "condenados" a brilhar incessantemente...!! ;o)

Temos um brilho que ilumina, um brilho que ofusca, um brilho que arde e que as vezes incomoda outros que talvez brilhem menos.

Somos como SUPERNOVAS, estrelas em expansão, que um dia alcançarão o máximo de seu brilho, para então (e só então) se apagarem, mas não sem antes deixarem um "buraco-negro" em seu lugar (talvez um "vazio" inexplicável, incapaz de ser esquecido ainda que não mais percebido...)!!

Outros são como pequenas ANÃS-BRANCAS (ou amarelas ou vermelhas) que são pequenas estrelinhas quase sem brilho, quase sem força para sequer iluminar a abóbada celestial...! Estas não se expandirão nunca em supernovas, mas se apagarão singelamente, aos poucos, talvez se transformando em uma fria e dura rocha, cujo calor jamais terá gerado qualquer vida a qualquer planeta por perto.

Ser estrela é ter brilho, é ser visto, é chamar a atenção. Tem seu lado ruim? Sim, tem. Mas o quê, na vida, não tem DOIS lados (quando não "muitos lados")...?? TUDO tem...!! Então, cabe a todos que olham para o firmamento como fossem estrelas a brilhar e decidir como querem deixar suas marcas no Universo... se como estrelas SUPERNOVAS ou como estrelas ANÃS...!

E ainda que jamais descubramos os profundos mistérios da natureza (nem a Humana, nem a Divina), talvez somente a certeza de buscarmos os caminhos que levem à incandescente chama do brilho eterno é que faça a diferença... Porque mesmo que tenhamos eventuais destinos "traçados", somos gerentes de nossa história e escolhemos como queremos nos metamorfosear, quando nos deixamos a "vida nos levar".

Talvez melhor seja, sempre, escolher COMO levar a vida... E optar pelo melhor, pelo bom, pelo brilho... Pq, parodiando Charlie Kaufman, nada pior do que o brilho eterno de uma mente sem lembranças... E como diz também Victor Ramil, em sua música "Estrela, estrela": Brilhar, brilhar / Quase sem querer / Deixar, deixar / Ser o que se é...!

Viver e deixar viver!
Buzz
(MSC)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home