quarta-feira, 2 de abril de 2008

"Vai te catar...!"


Fragmento de uma historinha:

E ele saiu porta afora, deixando tudo para trás... Porta aberta, chaves em cima da tv, saiu pelo corredor deixando pra trás o passado...

"Vai te catar...!" foi tudo que ele conseguiu dizer, furioso, irado, frustrado e magoado...

Preferiu ir embora, deixar tudo para trás e, finalmente, virar uma página da história de sua vida. Estava cansado de ser "palhaço" de tantas gentes pela vida afora... E foi-se, tendo à frente o alvorecer de um novo dia...

Quando, depois, parou e pensou, reconheceu os sinais da Alma do Mundo, a linguagem não verbal, mas apenas intuitiva, de que sua história, que de boa, de interessante, de excitante, de conflitante e de frustrante, havia, realmente, findado. O tempo. O desejo. A incoerência. A falta de reciprocidade... A falta de carinho. O egoismo.

"Vai te catar...!" foi tudo que ele disse, relembrando depois, e pensou que isto poderia significar "vai te encontrar", "vai buscar o que te move", "vai buscar a tua história", ou simplesmente "me esqueça..." por que para ele, a história dele, naquele momento, cruzando aquela porta, saindo para o mundo, estava irremediavelmente terminada...

Será que eu poderia ser escritor? Rsrsrs....!! :D
Buzz
(MSC)

1 Comments:

Blogger filos porque tequilas said...

Gostei Buzzzzzzzzzz.
E agora sei falar o Buzz também! rsrs

Bises,

www.dochele.blogspot.com

7/07/2008 07:28:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home