segunda-feira, 28 de novembro de 2011

O Equilíbrio das Relações...



Dizem que se "conselho fosse bom"... não se dava... se vendia... Mas eu vou teorizar um pouco e deixar aqui um, pra quem quiser pegar (e de grátis):

Quer um conselho? Não se apaixone... Seja prático(a)... Goste, mas não se entregue. Nem aposte todas tuas fichas nisso... Não se apegue... Como dizem "pegue, mas não se apegue"... E não se desespere se e/ou quando eventualmente "perder"... Porque isso invariavelmente VAI acontecer, de um jeito ou de outro, por um motivo ou outro, enfim...

Já vi que amar dói. É bom quando dá MUITO certo... Mas quando não dá, quando não é pra ser, quando é mais de um lado do que do outro... complica. Gostar não... Gostar é bom, é prazeroso, indolor... E se pode gostar muito, de muitas pessoas, de muitos jeitos - sem sofrer...!! Assim podemos ter amigos, parceiros, casos, affairs, seja o que for; gostando, sentindo, aproveitando, sendo prazeroso, mas SEM aquela neutra de sempre, sem estresse na cabeça, na alma... Só relax...

De preferência também (óbvio) sem cobranças, sem receios neuróticos, nem expectativas infundadas... Só gostar, curtir, aproveitar mesmo o que o outro tem a lhe oferecer, graciosamente, sem também querer "se aproveitar" dos outros (coisa muito comum...), mas sim aproveitar AOS outros, consigo junto, e sem grandes apegos, porque na real é isso que vai matando muito das relações entre pessoas - o apego indevido, demasiado, as cobranças desnecessárias, o ciúme infundado, eventualmente o "suposto amor"... que as vezes nada mais é do que simplesmente posse por "aquilo" que se tem, a pessoa que se está "usando" sentimentalmente... E não se quer "dividir" com mais nada, com mais ninguém... As vezes nem com os amigos(as), de forma social...

As pessoas passam a não ter mais vida sozinho. Vida individual. Perdem aquela personalidade magnética que eventualmente tinham como indivíduos, e geralmente um passa a cobrar uma postura "bivitelinínica" do outro, querendo que o outro (ou a outra) se molde às suas feições, gostos, projetos, esperanças, sonhos, etc... E o que acontece é que, muitas vezes, um se dobra a algumas (ou muitas) coisas... E o outro (ou a outra) não... E aí, PIMBA! Dá m...

Qualquer coisa, na vida, tem que ser boa... Ser não for boa, não está certa...!!! Se não for boa, não serve, não presta, está errada, e é melhor você pular fora antes que ser machuque - ou machuque alguém...!! Nem sempre é fácil, porque sempre que se começa alguma relação, seja de amizade, profissional ou emocional, não se entrar "querendo perder"... Se entra querendo "nunca mais soltar"...!! Dificilmente alguém tem consciência da LIBERDADE individual dos seus iguais, em quaisquer termos...!!!

Então, o melhor é simplesmente ser um ser completo. Ser feliz consigo mesmo. ESTAR BEM, estando sozinho... Porque se estiver eventualmente acompanhado, a SOMA será maior que o todo...!! E na hora de voltar pra casa, leva-se o melhor de dois mundos, o melhor de tudo, o que é bom...!

Bem... Em teoria é isso. Mas como se diz "na teoria, a prátia é outra"...
E isto é apenas um ponto de vista... O meu...!! E ninguém tem que concordar...

Buzz
(MSC)
.

1 Comments:

Blogger ana corbacho said...

sabe, eu prefiro amar por inteiro!isso de "gostar" é não se permitir coisas q podem ser de crescimento, prazeirosas, situaçoes que encham o coração de alegria!se tiver que chorar, hã isso é depois!pelo menos me deu chance de ter momentos de felicidade!"quero inteiro e não pela metade!!!ufaaa falei!bjo

12/02/2011 03:30:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home