quarta-feira, 6 de abril de 2011

Adeus... Amor...

Saio da tua vida pelo teu corpo
Sentindo teu gosto em minha boca,
Te fazendo gozar,
Te fazendo urrar.

Saio da tua vida num encontro furtivo
Num local proibido,
Num desejo incontido,
De um último olhar.

Saio da tua vida te querendo
Querendo te ver,
Querendo voltar,
Sabendo tu não mais me amar.

Saio da tua vida podendo ser mais
Pensando ser melhor,
Sabendo ser bom,
E vendo nosso laço desatar.

Saio da tua vida sentindo teu gosto
Querendo teu corpo,
Sentindo o prazer,
E te vendo que não vais mais voltar.

Saio da tua vida porque saístes da minha antes
Porque nos perdemos no pó das estantes,
De amigos-amores, viramos secretos-amantes,
Fazendo furtivos encontros errantes.

Saio da tua vida já fora do meu muro
Que lutastes tanto para quebrar,
Pensando em futuro,
Amando te amar.

Saio da tua vida agora, não antes
Porque vi teu corpo recusar,
Teu olho mais uma vez rejeitar,
O que eu tinha de bom pra te dar.

Saio da tua vida te largando na rua
Te vendo ir embora apressada,
Te vendo não querer tentar,
Sabendo que mais uma vez vamos errar.

Saio da tua vida? Sei lá.
O futuro é complexo,
Nosso amor desconexo,
Tão doido que não dá pra apostar.

Saio da tua vida até a próxima saída
Quando num rasgo de saudade louca,
Por horas voltamos a ser um,
Para depois ser nenhum.

Saio da tua vida tranquilo
Vendo que preciso viver,
Desbravar alguém novo,
Talvez me deixar amar de novo.

Não saio da tua vida incólume
Nosso amor deixou marcas, farpas,
Nos levou ao mais alto do céu,
E nos tragou até o mais baixo da terra.

Saio da tua vida MELHOR
Lutando por mim mesmo
Querendo melhorar
E esperando mais uma vez, um dia, te reencontrar.

Nosso destino está guardado
Ou foi,
Ou é,
Ou será.

Ou não...

Marcelo Carvalho

Quinta-feira, 31 de Março de 2011

20:35h
.
Buzz
(MSC)


Recuerdos........................................









































































Saio da tua vida pelo teu corpo
Sentindo teu gosto em minha boca,
Te fazendo gozar,
Te fazendo urrar.

Saio da tua vida num encontro furtivo
Num local proibido,
Num desejo incontido,
De um último olhar.

Saio da tua vida te querendo
Querendo te ver,
Querendo voltar,
Sabendo tu não mais me amar.

Saio da tua vida podendo ser mais
Pensando ser melhor,
Sabendo ser bom,
E vendo nosso laço desatar.

Saio da tua vida sentindo teu gosto
Querendo teu corpo,
Sentindo o prazer,
E te vendo que não vais mais voltar.

Saio da tua vida porque saístes da minha antes
Porque nos perdemos no pó das estantes,
De amigos-amores, viramos secretos-amantes,
Fazendo furtivos encontros errantes.

Saio da tua vida já fora do meu muro
Que lutastes tanto para quebrar,
Pensando em futuro,
Amando te amar.

Saio da tua vida agora, não antes
Porque vi teu corpo recusar,
Teu olho mais uma vez rejeitar,
O que eu tinha de bom pra te dar.

Saio da tua vida te largando na rua
Te vendo ir embora apressada,
Te vendo não querer tentar,
Sabendo que mais uma vez vamos errar.

Saio da tua vida? Sei lá.
O futuro é complexo,
Nosso amor desconexo,
Tão doido que não dá pra apostar.

Saio da tua vida até a próxima saída
Quando num rasgo de saudade louca,
Por horas voltamos a ser um,
Para depois ser nenhum.

Saio da tua vida tranquilo
Vendo que preciso viver,
Desbravar alguém novo,
Talvez me deixar amar de novo.

Não saio da tua vida incólume
Nosso amor deixou marcas, farpas,
Nos levou ao mais alto do céu,
E nos tragou até o mais baixo da terra.

Saio da tua vida MELHOR
Lutando por mim mesmo
Querendo melhorar
E esperando mais uma vez, um dia, te reencontrar.

Nosso destino está guardado
Ou foi,
Ou é,
Ou será.

Marcelo Carvalho
Quinta-feira, 31 de Março de 2011
20:35h
.
Buzz
(MSC)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home